domingo, 25 de julho de 2010

Fábula do Porco Espinho




Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos e assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente.
Mas, os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam maior calor.
Por isso decidiram afastar-se uns dos outros e voltaram a morrer congelados.

Então, precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.

Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que a relação com um semelhante muito próximo podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram!

Moral da História:
O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e consegue admirar suas qualidades.

domingo, 11 de julho de 2010

Apaixone-se por si mesmo

Sente-se sob uma árvore, se esqueça do mundo e se entregue ao amor por si mesmo pela primeira vez.

A busca espiritual é de fato a busca do amor do seu próprio eu. O mundo é uma viagem para encontrar o amor dos outros, mas a espiritualidade é uma viagem para encontrar o amor por si próprio.

A espiritualidade é uma busca egoísta, uma tentativa de encontrar o significado do eu,
do prazer consigo mesmo. Quando essa descoberta começa a acontecer, espere um pouco, procure um pouco - sinta sua singularidade e o prazer de sua própria existência. "O que eu poderia ter feito se não tivesse nascido? Como eu poderia ter me queixado e para quem, se não estivesse aqui?"

Você está nesta existência! Mesmo este fato, mesmo esta consciência, a percepção de que "eu sou", mesmo a possibilidade de chegar perto do êxtase - regozije-se um pouco com tudo isso.
Permita que o sabor de tudo isso penetre em cada um de seus poros e que você seja arrastado pela emoção de tudo isso.

Se você tiver vontade, dance, ria ou cante. Lembre-se de que você deve continuar sendo o centro de tudo isso:
deixe que a fonte da felicidade flua de você.

Osho, em "Uma Farmácia para a Alma"




sexta-feira, 11 de junho de 2010

Influência Divina



“Quando você torna Deus seu companheiro, o impossível torna-se possível. Há o suporte Dele na relação com você. Ele não o abandona. Ele não o diminui. Ele o aceita. Ele o segura. Porque você é sagrado para Ele. Quando você sente essa influência divina, você fica muito inspirado. Você expressa mais gentileza, generosidade, tolerância e especialmente não-violência. Você não tem o sentimento de ser melhor, superior ou inferior mas o de ser equânime. Haverá o pensamento de que, assim como você, os outros também são bons.”


Anthony Strano

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Orar é preciso!


Encontrei essa oração recheada de humanidade no site Somos Todos Um. Tocou-me o coração e fez-me pensar no quanto nos afastamos do Divino que há em nós, ou nos enchemos de formalidade para falar com aquele que é o autor da vida. A oração é uma ponte que nos reconecta com Deus e com o deus que nos habita e que é pura Luz, puro Amor. Orar é preciso, pois quando nos conectamos com o Pai, estamos ao mesmo tempo nos conectando conosco. Dessa forma abrimos portas para um Universo que ignoramos quando permanecemos a olhar a vida de um único ponto, por uma única perspectiva.Há um Deus que permanece, que sempre está, porque simplesmente É. Sintonizemos com ele e nos revelaremos tão grandes e luminosos como devem ser os filhos de Deus



EU SOU NÓS!



Meu Pai!
Agora eu não quero pedir nada, apenas existir, no aqui e no agora!
Cansei de pedir, cansei de reclamar, cansei de emoções perturbadas. Por isso, agora, sintonizo-me com o Seu coração, na tentativa de me purificar de antigos hábitos densos.
Ilumino-me quando tolero, perdoo, aceito e amo. Mesmo assim, não tenho conseguido agir sempre assim. Por isso, entrego-me, agora, ao pulsar do Seu coração.

Quero agora ser uno Contigo! Cansei de me separar da Sua Luz! Cansei de aprender pela dor.
Não aguento mais a minha vaidade, intolerância e cegueira. Quero enxergar através dos Seus Olhos, quero amar através do Seu coração e respirar pelos Seus pulmões.
Essa separação me cansa, essa ilusão me trai, essa ganância me adoece... Chega! Não quero mais nada além de viver baseado na Sua vontade. Sua Luz está em mim e neste momento permito-me senti-la em todo Seu esplendor. Seu Amor está em mim!

Permito-me agora expressá-lo e usá-lo como antídoto para todo meu sofrimento...
Pai... Me ensina a ser melhor...
Pai... Toma as rédeas da minha vida e me ensina a ser conduzido, a aceitar Sua tutela...

Pai... Rompe minha arrogância, aniquila meu controle e abre meu coração...
Não quero mais viver separado, não quero mais que minha vontade seja diferente da Sua...

Quero, hoje, agora e sempre, viver a consciência clarificada, pela ação do Seu Amor.
Eu agora Sou Nós...
Eu Sou Nós...
Eu Sou Nós...
Porque Nós Somos a Luz que o mundo precisa. Porque Nós Somos a Consciência que o mundo carece. Porque sempre que sofro é porque sou o Eu e não sou o Nós...

Nós Somos abundantes e ilimitados. O Eu é limitado e sofredor!
Nós Somos o Universo em expansão amorosa!
O Eu sozinho é decadente e cego.
Eu só sou completo e iluminado quando Sou Nós.
Somos um Só.

Eu sou nós!Eu sou nós!Eu sou nós!

"Evolução Espiritual na Prática" da Editora Luz da Serra

quarta-feira, 21 de abril de 2010

A amizade é um grande caminho!


Composição: Ivan Lins / Mauricio Manieri

O Sol quente das manhãs
As noites de luar
A vida é tudo o que se quis
Um canto de amor
Mas de repente não há mais música no ar
E tudo é diferente do que você sonhou.

Se você sentir a solidão da escuridão
Pense em quem te faz feliz
A amizade tem um querer bem
Que esteja onde estiver
Tudo vai ser como é
Basta ouvir seu coração

As lembranças vão surgir
É só você buscar
Abraços e sorrisos
Que ninguém pode apagar
Vão relembrar histórias que você já se esqueceu
Ninguém está sozinho
Se não existe adeus

Se você sentir a solidão da escuridão
Pense em quem te faz feliz
A amizade tem um querer bem
Que esteja onde estiver
Tudo vai ser como é
Basta ouvir seu coração

Há um lugar em você
Onde está a alegria de viver
Preste atenção no que essa voz diz
Em seu coração
Você não vai se perder.

Se você sentir a solidão da escuridão
Pense em quem te faz feliz
A amizade tem um querer bem
Que esteja onde estiver
Tudo vai ser como é
Basta ouvir seu coração

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Ética: Um conceito espiritual prático!

A Ética Profissional como tradução do amor

É de fundamental importância que tenhamos contato com o essencial. Muitas pessoas,dentro das suas áreas de atuação, buscam levar a Luz, a Consciência do propósito de estarmos aqui. A Espiritualidade não é um conceito separado do mundo prático no qual estamos inseridos. É a vida pura e simplesmente que flui cotidianamente, nos oferecendo oportunidades várias de fazer intervenções a favor do sagrado que reside no humano, inseparavelmente.

Por Emerson Barros de Aguiar

Alguém pode não saber ler ou nunca ter ouvido falar de ética, mas só será feliz se for ético. Ética não é uma condição que a gente tem de atender para agradar a empresa ou ao chefe; não é recitar códigos ou doutrinas.

Ética é o que fica da vida que levamos, das coisas que fazemos todo dia, agora; é o saldo que resta em nosso coração das ações que praticamos. Não se pode aprender ética apenas em livros ou em aulas e, menos ainda, em palestras. Ela está lá no Evangelho de Jesus: no Sermão da Montanha e em muitas outras passagens. Mas não é difícil encontrar a ética dentro de nós, saber o melhor caminho a seguir.

A felicidade de comercial não é sustentável. A satisfação dos cartões de crédito, do consumo, dos vícios ou da corrupção. A felicidade que tira dos outros, diminui muito mais de nós mesmos. Isto não é moralismo, não é pieguice, é realidade! "Ignorante" é o nome dado por Sócrates a quem ainda não sabe disso. Todo mundo vai descobrir que o mal não vale a pena, que o egoísmo não constrói nada, só estraga, destrói. De uma maneira ou de outra vai descobrir disso. A boa vontade será a melhor maneira e a decepção, a pior. . .

Não precisamos sofrer tanto para aprender que a vida é muito mais ajudar e compartilhar do que competir, ferir e derrotar. Quem tem o coração cheio de amor, tem ética, naturalmente. Ética é não estar preocupado com a reputação, mas com o caráter. O comportamento espontâneo, generoso e fraterno, é ética.

Quando a ética não é uma escolha, mas um dever imposto pela consciência, isto é ética. Quando estamos empenhados em dar o melhor de nós e não em sermos os primeiros, isto é ética.

Quando nos esforçamos para ter bondade e não para aparentar bondade, isto é ética. Quando o cuidado com os sentimentos dos outros lapida a dureza das palavras, isto é ética.

Quando olhamos para os outros e nos colocamos no lugar deles, quando vemos Deus nos outros, isto é ética. Quando perdoamos, deixando espaço livre na nossa memória para paisagens de ternura e humanidade, isto é ética.

Quando descobrimos uma qualidade nova em alguém que não gostamos, isto é ética. Quando identificamos em nós algum defeito e enxergamos como a vida é maravilhosa, isto também é ética.

Quando não nos vingamos de quem nos prejudicou, mesmo tento a oportunidade ideal, isto é ética. Quando olhamos os filhos dos outros como nossos próprios filhos e os empregos dos outros como o nosso "ganha pão", isto é ética. Quando sabemos que o dinheiro, o conforto, a posição ou o status de que desfrutamos são apenas privilégios e não direitos, pois podem nos ser tirados a qualquer momento pelo infortúnio, pelo imponderável ou pela morte: isto é ética!

Quando aquilo em que acreditamos não é expresso como uma declaração de princípios, mas sai da nossa boca como poesia, isto é ética! Quando somente conseguimos conspirar pela felicidade dos outros, isto é ética.

Quando sabemos que o amor pela pedra, pelo inseto, pela planta, pela brisa e por todas as coisas, que a ação em benefício de alguém que nem conhecemos e que a gratidão pela vida são tesouros permanentes, isto é ética. Quando sentimos que o amor invadiu cada sílaba que pronunciamos, cada lembrança, cada gesto, olhar e tarefa, enfeitando o templo do coração com as flores do bem, isto é felicidade...


O prof. Emerson Barros de Aguiar é Doutor em Filosofia pela Universidad de Zaragoza (Espanha), Escritor e Professor Universitário em João Pessoa (PB)

sábado, 13 de março de 2010

Apresentação


A todo momento a humanidade é conduzida por sinais de luz, abrindo portais, desvendando mistérios que podem proporcionar verdadeiras e profundas transformações na vida de cada indivíduo e, consequentemente, em todo o seu entorno. Simultaneamente, forças antagônicas se pronunciam através dos mais diversos canais de comunicação para fazer com que o homem se acredite sem saídas, cercado, cerceado em sua liberdade de ser o que verdadeiramente é: um ser de luz, essencialmente, proveniente do divino, portador de um potencial de força e paz para prosseguir na sua caminhada, tendo as rédeas do destino através das suas ações corretas, conssonantes com a tônica universal de ordem. Não uma ordem autoritária, repressora, mas a verdadeira ordem, resultante do reconhecimento do propósito do existir, do fazer parte de um todo e sentir em si mesmo a paz de quem caminha nos caminhos do deus interno, logo do próprio Deus, Pai presente, amoroso ao extremo, condutor da luz maior que nos banha quando nos sentimos desamparados nas nossas experiências humanas. Sinais de luz se propõe a trazer a palavra de quem caminha nessa estrada eterna e luminosa, divulgando as boas notícias de dentro e de fora de nós.Eu sou a buscadora constante desses sinais, sem os quais minha vida não teria sentido. Bem vindos a esse espaço!